Logo mundo invest

Entenda os principais pontos na declaração de IR

Voltar

Carollyne Pessanha
por Carollyne Pessanha

Contadora

Entenda os principais pontos na declaração de IR

A gente já conhece a famosa Declaração IRPF 2022, mas antes da gente desmistificá-la é sempre bom começar do começo. Então nesse artigo você vai saber os principais pontos, onde baixar o programa e quais informações transmitir pela Declaração. Vamos lá?

Principais pontos da Declaração:

• A Declaração é anual, ou seja, ela é feita uma vez ao ano no período de março a abril (esse ano prorrogado para 31/05/2022);

• As movimentações de um ano são declaradas no ano seguinte. Exemplo: movimentação de 2021 é informado na Declaração IRPF 2022;

• Ela deve ser feita exclusivamente pelo programa da Receita Federal do Brasil. Disponibilizado via site para download;

• O programa não é disponibilizado ao longo do ano. A RFB disponibiliza no período do prazo da Declaração;

• Você já sabe que precisa declarar seus movimentos e saldos da Bolsa. Mas não só eles! Informe seus investimentos de renda fixa, seu salário e rendimentos, mesmo que abaixo do limite anual, seus bens como casa, carro etc.;

• Os modelos da Declaração Completo e Simplificado podem ser escolhidos pelo simples critério de melhor benefício. Mas caso queira retificar, o modelo não poderá ser alterado;

• Não existe DARF a pagar referente aos cálculos de Bolsa dentro do programa. Essa responsabilidade é exclusivamente sua e é realizada mensalmente;

• DARF é uma coisa e Declaração é outra. A Declaração é anual e o DARF é mensal;

• Não ter DARF pago não te isenta de fazer a Declaração. O que te obriga a fazer a Declaração é simplesmente ter entrado na Bolsa de Valores. Independente dos seus resultados ou valor de investimento.

O que deve ser declarado?

• Os resultados mensais como: lucro isento, lucro tributável e prejuízo. Separados por Swing Trade, Day Trade e FII;

• Imposto pago e imposto retido em fonte;

• Proventos recebidos como dividendos, JCP e rendimentos de FII.

• Todos os ativos que estavam em sua carteira em 31/12 pelo valor do custo de aquisição. Não se confunda! A declaração é feita pelo valor gasto para compra do ativo (valor + taxa + emolumento) e não pela cotação do ativo em 31/12;

Documentos para fazer a Declaração:

Além daqueles documentos que precisamos para preencher como saldo em conta bancária, gastos com saúde e ensino, salário e outros mais, a relação de documentos referente a Bolsa de Valores é essa abaixo:

• Cálculo mensal já efetuado por você antes. Para que você consiga fazer seus cálculos e assim achar seus resultados, é necessário ter as notas de corretagem;

• Relação de ativos em custódia com a quantidade, custo médio e custo de aquisição;

• Informe de Rendimento da corretora e das administradoras de FIIs;

• Todos os DARFs pagos;

• Extrato da corretora onde irá mostrar os recebimentos dos proventos.

Como baixar o programa da Declaração:

Antes de tudo, precisamos primeiro baixar o programa da Declaração no site da Receita Federal e aqui abaixo está o passo a passo:

• Acesse o site clicando nesse link

• Clique em “Baixar Programa”;

• Escolha o sistema operacional do seu computador (Windows, Línux, MacOS ou Multiplataforma);

• Faça o download;

• O programa irá perguntar se pode fazer alterações no seu computador e você pode autorizar e continuar;

• E pronto! Programa baixado e agora é só preencher.

Conclusão:

Agora você sabe as características, o que precisa ser declarado, quais documentos são necessários e onde baixar o programa. Agora é só não deixar para última hora e entregar. Até breve!

Carollyne Pessanha

Fale com a Carollyne

Contadora

Contadora especialista em Gestão e Planejamento Tributário, pós graduada pela Universidade Veiga de Almeida. Com mais de 10 anos de atuação prática na área contábil.

CNPJ 31.630.299/0001-91