Logo mundo invest

Como diversificar minha carteira de FII’s?

Voltar

por Bruno Destri Coelho

Criador de Conteúdo | Assessor de Investimentos

Investimentos
FIIs

Diversificando sua carteira de Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários são um tipo de investimento de renda variável que tem foco em lucrar com operações no mercado de imóveis. Os FII’s são uma ótima opção para quem deseja investir no ramo imobiliário e receber dividendos mensalmente por isso.

Contudo, nós sabemos a importância de diversificar nossa carteira de investimentos. Não apenas diversificar entre ações, Fundos de Investimento, renda fixa, BDRs e Fundos Imobiliários, mas também “dentro” de cada uma dessas classes de investimentos.

Com os Fundos Imobiliários não é diferente! É preciso entender quais são os tipos de FII’s que você pode encontrar e assim montar sua carteira diversificada de acordo com seu perfil.

Quais são os principais tipos de fundos?

A primeira separação que podemos realizar são: os Fundos de tijolo, os Fundos de papel, ou os híbridos (junção entre os dois).

Fundos de tijolo

São aqueles que investem diretamente em ativos reais, ou seja, imóveis de fato. Desse modo, a rentabilidade é proveniente do aluguel ou da venda das propriedades. Dentro dos fundos de tijolo podemos encontrar: shoppings, galpões logísticos, hospitais, escolas, lajes corporativas, hotéis, agências bancárias e até mesmo cemitérios!

Fundos de Papel

Ao contrário dos fundos de tijolo, os fundos de papel investem em títulos ligados ao mercado imobiliário. Podem estar nas carteiras: letras de crédito imobiliário(LCI), certificados de recebíveis imobiliários (CRI), letras hipotecárias (LH), ações de emissores com atividades no ramo imobiliário, ou até mesmo cotas de outros fundos imobiliários.

Fundos Híbridos

Por fim, os fundos híbridos são aqueles que mesclam ambos fundos: de tijolo e de papel. A composição varia conforme a política definida pela gestora.

Por que devo diversificar?

O principal objetivo da diversificação está atrelado à relação de risco x retorno. Ao diversificar seu portfólio de investimentos, você diminui seus riscos e pode ampliar ainda mais sua rentabilidade.

Vou dar um exemplo prático! Suponha que você tenha comprado cotas de um Fundo Imobiliário, de tijolo, que possui apenas 1 imóvel, um Shopping Center na cidade do Rio de Janeiro. Lindo não é mesmo? Contudo, devido a um incêndio acidental, o shopping terá que passar por inúmeras reformas e ficará fechado durante 3 meses. 

Não é preciso ser um profissional de investimentos para entender que os rendimentos do shopping serão afetados, e muito provavelmente as suas cotas sofrerão uma alta volatilidade. No longo prazo você sabe que o imóvel irá se recuperar, contudo, se todo seu dinheiro está alocado em um único FII sua rentabilidade até as coisas se normalizarem será afetada.

Em vista disso, a diversificação é muito importante para evitar correr riscos desnecessários. Na situação acima, caso você possuísse um outro fundo que não tivesse relação com aquele você teria outra fonte de rentabilidade e poderia até mesmo comprar mais cotas do Shopping para aproveitar uma possível oportunidade de preço na cota.

Viu a importância de diversificar?

Como posso montar uma carteira diversificada?

De regra geral devemos escolher seus FII’s que possuam no mínimo uma diversificação entre os seguintes aspectos: tipo, localização e setor de atuação. 

Quando me refiro ao setor, verifico se o FII investe em galpões logísticos, shopping centers,  hotéis, LCI, CRI, ações do ramo imobiliário, entre outros. 

Não faz muito sentido você comprar cotas de dois Fundos Imobiliários de galpões logísticos e que possuam todos seus imóveis em São Paulo. Também não seria uma decisão muito inteligente possuir dois fundos de papel que investem em Letras de crédito imobiliário (LCI). Repito novamente, diversifique em pelo menos um dos três aspectos!

Outro ponto importante a destacar é a própria diversificação do Fundo Imobiliário. Existem 3 tipos de fundos: Mono localização - Mono ativo, Mono localização - Multi ativo ou Multi - localização - Multi ativo.

Quanto mais ativos o Fundo possui e maior for sua diversificação de localização, maior será a tendência de uma boa performance com maior segurança!

Bônus!

É claro que se você chegou até aqui você merece receber um norte para começar a montar sua carteira de FII’s não é mesmo?

Por isso, eu trouxe aqui uma carteira recomendada pelo BTG Pactual de Fundos Imobiliários!

Note que cada um desses fundos possui uma descorrelação em no mínimo um dos três aspectos que citei anteriormente.

Caso tenha alguma dúvida, fico à disposição! É só clicar em “Fale com o autor” que logo entrarei em contato!

Fale com o Bruno

Criador de Conteúdo | Assessor de Investimentos

Economista em formação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Hoje com 21 anos, Bruno é um dos criadores de conteúdo da equipe do Mundo Invest. Ele é responsável pela elaboração de posts para nosso Instagram, como também pela criação dos ebooks e blogs da nossa plataforma.

CNPJ 31.630.299/0001-91